sábado, 30 de junho de 2012

CUIDADO COM A MEMÓRIA DE SUA CASA!

CUIDADO COM A MEMÓRIA DE SUA CASA! 



Franco Guizzetti

O padrão vibratório de uma casa tem relação direta com a energia e o estado de espírito de seus moradores. Tudo o que pensamos e fazemos, as escolhas, os sentimentos, sejam bons ou ruins, são energias. O resultado reflete nos ambientes, pessoas e situações.
O corpo é nossa primeira morada e nossa casa, sua extensão. É ela que nos acolhe, protege e guarda nossa história. Da mesma forma que limpamos, nutrimos e cuidamos da vibração de nosso corpo, devemos estender esses cuidados e carinhos ao lar. Mais que escolher o imóvel e enfeitá-lo com móveis e objetos – muitas vezes guiados apenas por modismos ou para praticidade -, a elaboração da atmosfera de um ambiente é importante porque reflete a personalidade de seu dono, dando pistas sobre seus gostos, estilo de vida, história e sonhos.
Há quem acredite que, colocando cristais, sinos de vento, fontes, espelhos, é possível atrair bons fluidos e equilíbrio para dentro de casa. Mas, é muito pouco, pois a personalidade de um ambiente vai além. Ela é conseguida dia após dia, não apenas com técnicas, mas com pequenos atos de carinho e com muita energia boa.
Além de atrair bons fluidos para nosso lar, temos todas as condições de criá-los no interior do próprio ambiente. O conjunto de pensamentos, sentimentos, estado de espírito, condições físicas, anseios e intenções dos moradores fica impregnado no ambiente.
Você, com certeza, já esteve em sua residência ou ambiente onde sentiu um profundo bem-estar e sensação de acolhimento, independe da beleza, luxo ou qualquer outro fator externo. Essa atmosfera gostosa, sem dúvida, era dada principalmente pelo estado de espírito positivo de seus moradores. Infelizmente, hoje em dia, é muito mais corriqueiro entrarmos em ambientes que nos oprimem ou nos dão sensação de falta de paz e, às vezes, até de sujeira, mesmo que a casa esteja limpa. A vontade é ir embora rapidamente, ainda que sejamos bem tratados.
O que poucos sabem é que as paredes, objetos e a atmosfera da casa têm memória e registram as energias de todos os acontecimentos e do estado de espírito de seus moradores. Por isso, quando pensar na saúde energética de sua casa, tome a iniciativa básica e vital de impregnar sua atmosfera apenas com bons pensamentos e muita fé. Evite brigas e discussões desnecessárias. Observe seu tom de voz: nada de gritos e formas agressivas de expressão. Não bata portas e tente assumir gestos harmoniosos, cuidando de seus objetos e entes queridos com carinho.
Não pense mal dos outros. Pragas, nem pensar! Selecione muito bem as pessoas que vão frequentar sua casa. Festas, brindes e comemorações alegres são bem-vindas porque trazem alegria e muita energia, mas cuidado com os excessos. Nada de bebedeiras e muito menos uso de drogas, que atraem más energias.
Se você nutre uma mágoa profunda ou mesmo um ódio forte por alguém, procure ajuda para limpar essas energias densas de seu coração. Lembre-se que sua casa também pode estar contaminada. Aprenda a fazer escolhas e determine o que quer para sua vida e ambiente onde mora. Alegria, amor, paz, prosperidade, saúde, amizades, beleza já estão bons para começar, não é mesmo?
Reflita sobre como você vive em sua casa, no que pensa, como anda seu humor e reclamações do seu dia-a-dia. Tudo isto interfere no seu astral. “Compartilhar mensagens positivas é colaborar com a disseminação da luz, abrindo corações, despertando consciências, contribuindo assim, para a transformação planetária”.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Reunião ESDE I de 26 de junho de 2012

Terça houve o último encontro antes das férias do curso ESDE I. O Roteiro 3 (Mediunidade com Jesus) foi encerrado e, com o restante do tempo livre até a hora da partida, muitos assuntos foram conversados com espontaneidade.

Dentre eles o destaque sobre a importância de uma auto-avaliação honesta. Todos os alunos se deram uma nota, de zero a dez, que, na prática, variaram entre um a nove. Contudo, uma aluna firmou o compromisso de na primeira aula do próximo semestre elaborar uma dinâmica e um questionário com o propósito de providenciar uma auto-avaliação mais aprofundada.

Estamos todos na expectativa para o próximo semestre e gratos pelo aprendizado que obtivemos no que já passou! A responsabilidade de pormos em prática as lições aprendidas se faz essencial! 

segunda-feira, 25 de junho de 2012

A VERDADE DE CADA UM (uma história sábia)

Um rapaz de 24 anos que olhava pela janela de um comboio, disse:

"Pai, veja as árvores estão ficando para trás!" O pai sorriu e um jovem casal que estava por perto, olharam para o comportamento infantil do rapaz de 24 anos com pena. Entretanto o rapaz exclamou..."Pai, olhe as nuvens estão vindo atrás de nós!" O casal não resistiu e disse ao velho homem... "porque não leva o seu filho a um bom médico?" O velho homem sorriu e disse..."Eu já fiz isso, estamos voltando do hospital, o meu filho era cego desde a nascença, ele recuperou a visão hoje mesmo."

CADA PESSOA NO PLANETA TEM A SUA HISTÓRIA!
"Não julgue as pessoas sem conhecê-las devidamente. A verdade talvez o surpreenda. Pense antes de emitir uma opinião."

segunda-feira, 18 de junho de 2012

"USP CONFIRMA EFICÁCIA DO PASSE MAGNÉTICO”


USP CONFIRMA EFICÁCIA DO PASSE MAGNÉTICO”

Um estudo desenvolvido recentemente pela USP (Universidade de São Paulo), em conjunto com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), comprova que a energia liberada pelas mãos tem o poder de curar qualquer tipo de mal estar.

O trabalho foi elaborado devido às técnicas manuais já conhecidas na sociedade, caso do Johrei, utilizada pela Igreja Messiânica do Brasil e ao mesmo tempo semelhante à de religiões como o Espiritismo, que pratica o chamado “passe”.

Todo o processo de desenvolvimento dessa pesquisa nasceu em 2000, como tema de mestrado do pesquisador Ricardo Monezi, na Faculdade de Medicina da USP. Ele teve a iniciativa de investigar quais seriam os possíveis efeitos da prática de imposição das mãos. “Este interesse veio de uma vivência própria, onde o Reiki (técnica) já havia me ajudado, na adolescência, a sair de uma crise de depressão”, afirmou Monezi, que hoje é pesquisador da Unifesp.

Segundo o cientista, durante seu mestrado foi investigado os efeitos da imposição em camundongos, nos quais foi possível observar um notável ganho de potencial das células de defesa contra células que ficam os tumores. “Agora, no meu doutorado que está sendo finalizado na Unifesp, estudamos não apenas os efeitos fisiológicos, mas também os psicológicos”, completou.

A constatação no estudo de que a imposição de mãos libera energia capaz de produzir bem-estar foi possível porque a ciência atual ainda não possui uma precisão exata sobre esse efeitos. “A ciência chama estas energias de ‘energias sutis’, e também considera que o espaço onde elas estão inseridas esteja próximo às frequências eletromagnéticas de baixo nível”, explicou.

As sensações proporcionadas por essas práticas analisadas por Monezi foram a redução da percepção de tensão, do stress e de sintomas relacionados a ansiedade e depressão. “O interessante é que este tipo de imposição oferece a sensação de relaxamento e plenitude. E além de garantir mais energia e disposição”.

Neste estudo do mestrado foram utilizados 60 ratos. Já no doutorado foram avaliados 44 idosos com queixas de stress.

O processo de desenvolvimento para realizar este doutorado foi finalizado no primeiro semestre do ano passado. Mas a Unifesp está prestes a iniciar novas investigações a respeito dos efeitos do Reiki e práticas semelhantes a partir de abril deste ano!

Fonte: http://www.rac.com.br/projetos-rac/correio-escola/107097/2011/11/25 ...
Postado por Miguel Galli às 23:36
Fonte: Monica Heymann Fedele

Reforma Íntima: 14. Imunidade psíquica



CLIQUE NAS IMAGENS PRA VIABILIZAR A LEITURA DE MELHOR FORMA.



sexta-feira, 15 de junho de 2012

Anna Variani


Dona Anna Variani nasceu em Bassano Del Grappa, norte da Itália, e veio para o Brasil fugindo da Guerra. Ficou famosa em 2005, após ser descoberta por uma equipe do Globo Repórter dirigindo seu Fusca laranja ano 1974. Por causa disso, ela participou dos programas do Jô Soares, em 2008, e da Ana Maria Braga, na Globo. Renovou a carteira de habilitação aos 97 anos, mas parou de dirigir a pedido dos familiares. Com 98 anos faleceu, em 08/11/2009, em Bento Gonçalves - RS.

Bazar Solidário da Associação Peter Pan - Receita Federal


quinta-feira, 14 de junho de 2012

Fotos do Sopão de junho

Carinho é a palavra-chave para descrever esse momento. O afeto despendido à caridade é a causa de tanta felicidade distribuída e compartilhada sob a benção dos desígnios do Evangelho de Jesus.














A Casa do Caminho deseja e espera, de braços abertos, a participação de qualquer um que se sinta motivado a participar desse evento que acontece no segundo sábado de todo mês.

Confira aqui a localização da Casa e sua oferta de atividades abertas pro público: http://casadocaminhofortalezace.blogspot.com.br/p/atividades-da-casa-do-caminho.html 

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Uma mensagem de fé

O irmão Manoel D. Vasconcelos compartilhou essa importante mensagem psicografada:

RECEBI ESTA MENSAGEM DO NOSSO IRMÃO LEANDRO NEVE POR E-MAIL, E ESTOU ENVINADO PARA TODOS QUE FAZEM PARTE DESSA COMUNIDADE "CASA do CAMINHO" 
MENSAGEM DE EURÍPEDES BARSANULFO:

Irmãos Queridos.

Diante dessa crise que se abate sobre o nosso povo, face a essa onda de pessimismo que toma conta dos brasileiros, frente aos embates que o país atravessa, nós, os seus companheiros, trazemos na noite de hoje a nossa mensagem de fé, de coragem e de estímulo. Estamos irradiando-a para todas as reuniões mediúnicas que estão sendo realizadas neste instante, de norte a sul do Brasil. Durante vários dias estaremos repetindo a nossa palavra, a fim de que maior número de médiuns possa captá-la. Cada um destes que sintonizar nesta faixa vibratória dará a sua interpretação, de acordo com o entendimento e a gradação que lhe forem peculiares.

Estamos convidando todos os espíritas para se engajarem nesta campanha.

Há urgente necessidade de que a fé, a esperança e o otimismo renasçam nos corações. A onda de pessimismo, de descrédito e de desalento é tão grande que, mesmo aqueles que estão bem intencionados e aspirando realizar algo de construtivo e útil para o país, em qualquer nível, veem-se tolhidos em seus propósitos, sufocados nos seus anseios, esbarrando em barreiras quase intransponíveis.

É preciso modificar esse clima espiritual. É imperioso que o sopro renovador de confiança, de fé nos altos destinos de nossa nação, varra para longe os miasmas do desalento e do desânimo. É necessário abrir clareiras e espaços para que brilhe a luz da esperança. Somente através de esperança conseguiremos, de novo, arregimentar as forças de nosso povo sofrido e cansado.

Os espíritas não devem engrossar as fileiras do desalento. Temos o dever inadiável de transmitir coragem, infundir ânimo, reaquecer esperanças e despertar a fé!

Ah! a fé no nosso futuro! A certeza de que estamos destinados a uma nobre missão no concerto dos povos, mas que a nossa vacilação, a nossa incúria podem retardar. Responsabilidade nossa. Tarefa nossa. Estamos cientes de tudo isto e nos deixamos levar pelo desânimo, este vírus de perigo inimaginável.

O desânimo e seus companheiros, o desalento, a descrença, a incerteza, o pessimismo, andam juntos e contagiam muito sutilmente, enfraquecendo o indivíduo, os grupos, a própria comunidade. São como o cupim a corroer, no silêncio, as estruturas. Não raras vezes, insuflado por mentes em desalinho, por inimigos do progresso, por agentes do caos, esse vírus se expande e se alastra, por contágio, derrotando o ser humano antes da luta. Diante desse quadro de forças negativas, tornam-se muito difíceis quaisquer reações. Portanto, cabe aos espíritas o dever de lutar pela transformação deste estado geral.

Que cada Centro, cada grupo, cada reunião promova nossa campanha. Que haja uma renovação dessa psicosfera sombria e que as pessoas realmente sofredoras e abatidas pelas provações, encontrem em nossas Casas um clima de paz, de otimismo e de esperança! Que vocês levem a nossa palavra a toda parte. Aqueles que possam fazê-lo, transmitam-na através dos meios de comunicação. Precisamos contagiar o nosso Movimento com estas forças positivas, a fim de ajudarmos efetivamente o nosso país a crescer e a caminhar no rumo do progresso.

São essas forças que impelem o indivíduo ao trabalho, a acreditar em si mesmo, no seu próprio valor e capacidade. São essas forças que o levam a crer e lutar por um futuro melhor. Meus irmãos, o mundo não é uma nau à matroca. Nós sabemos que “Jesus está no leme!” e que não iremos soçobrar. Basta de dúvidas e incertezas que somente retardam o avanço e prejudicam o trabalho. Sejamos solidários, sim, com a dor de nosso próximo. Façamos por ele o que estiver ao nosso alcance. Temos o dever indeclinável de fazê-lo, sobretudo transmitindo o esclarecimento que a Doutrina Espírita proporciona. Mas também, que a solidariedade exista em nossas fileiras, para que prossigamos no trabalho abençoado, unidos e confiantes na preparação do futuro de paz por todos almejado. E não esqueçamos de que, se o Brasil “é o coração do mundo”, somente será a “pátria do Evangelho” se este Evangelho estiver sendo sentido e vivido por cada um de nós”.

Eurípedes Barsanulfo
Mensagem recebida no Centro Espirita “Jesus no Lar”
Médium - Suely Caldas Schubert


domingo, 10 de junho de 2012

Alerta! Você ainda está longe de ser Salvo!!!!!


Alerta! Você ainda está longe de ser Salvo!!!!!

Por anos. Por toda minha vida, pela minha vida inteira, sempre encarei a religiosidade como uma forma medrosa de se assustar com o improvável. Encarava minha vida de forma que tudo sempre, ao final, daria certo. Poderia até ficar enrolado, mas o tempo estava a meu favor e se demorasse pouco ou muito, isso não importava. Vivia o hoje, intensamente e sem medo. Encarava desafios sem muito compromisso, se desse certo estava bom se não desse também. Amava a todas e a todos, sem preconceito nem medos. Importante era ir vivendo, porque o tempo passava muito rápido e sempre era pouco para o que eu queria realizar. Compromisso, só comigo. Aos outros só se sobrasse tempo, mas como disse o tempo era pouco, então para os outros, quase sempre nada. Era vaidoso, orgulhoso e invejoso, não tinha escrúpulos para conseguir o que queria.
Era feliz? Até eu pensar nisso eu achava que era. Mas um dia pensei e comecei a entrar em conflito com valores e princípios até então não considerados, mas que eram reais e tão ausentes na minha vida, e que me excluía da sociedade.
Foi aí que veio o convite, relutei, mas aceitei. Bendita hora que aceitei e fui conhecer a Doutrina Espírita. Foi Deus em sua misericórdia que estendeu suas mãos e me convidou para sair da tristeza e da ignorância que me encontrava. Foi o desespero que fez ajoelhar perante a ele e pedir clemência, ajuda e salvação.
Desde o primeiro dia na entrevista fraterna, que percebi o quanto o amor pode mudar as pessoas, uma pessoa que nunca tinha visto na vida, me disse coisas tão verdadeiras, simples e amorosas que arrancaram lágrimas da minha vida egoísta. Continuei caminhando e deparei-me com esta frase dita pelo Espírito Verdade no ESE – Capítulo VI, item 5 -   “ Espíritas! Amai-vos, este é o primeiro ensinamento; Instruí-vos, este o segundo. Aprendi que o amor é a máxima expressão da vida. E, também, que o amor é a força de Deus que equilibra o Universo e os seres. O amor é fruto da nossa conquista espiritual.
Instruir é adquirir conhecimento. E só adquirimos conhecimentos através de nossos estudos e, acima de tudo, através das boas leituras dos bons livros. Estudo é a fonte perene da nossa emancipação moral e espiritual. Pelo estudo, abrimos os nossos olhos e aprendemos a separar o joio do trigo.
Foi aí então que pela necessidade e pela oportunidade, já que me encontrava numa casa aonde a toda hora chegavam necessitados de ajuda que comecei a dar sentido na minha vida espiritual, até então não tinha a menor ideia de quanto os espíritos interferiam em nossas vidas, e que na verdade não estamos aqui para viver os prazeres e dessabores da vida material. Percebi, que o dia que nasci, comecei a morrer e que sentido havia nisso? Breve passagem por este planeta. Qual a contribuição que poderia dar a ele a quem vive nele. E o que seria quando aqui não mais eu existisse. É atormentador a morte, isso ninguém pode negar, mas como mais novo adepto a Doutrina dos Espíritos, começa a entender o sentido de tudo, e como poderia ser útil aqui encarnado e como poderia melhorar a verdadeira roupagem e a verdadeira casa.
Comecei a me empenhar, às vezes vigiava, para não transformar minha empolgação, em fanatismo. De segunda a segunda me colocava a disposição de todos os trabalhos que era convidado a participar, ficava tão feliz em receber/incorporar um Espírito que se auto intitulava como “O Terrível”“ Chefe da Falange” O Vingador”, só rogava a Deus que estivesse ao meu lado bons Doutrinadores encarnados e desencarnados. Da mesma forma ficava em estase quando um Iluminado me usava para salvar alguém. Vivia a disposição, quem me chamasse eu ia ajudar, nunca colocava obstáculo, nem dificuldades. Colocava-me a disposição para ir a Hospitais, Casas, Empresas, em todos os lugares, minha meta era ajudar, praticar o Bem, não interessava como, o único cuidado era avisar a Direção da casa e sempre estar acompanhado de alguém que pudesse compartilhar comigo as dificuldades que pudessem se apresentar. Vivia isso em extrema felicidade, os atendimentos faziam mais bem pra mim do, acho, que para os outros. Dava-me uma satisfação tão grande, ser útil para Deus. Minha vida tinha sentido, embora muitas pessoas que me cercavam achavam que eu estava me excedendo, que eu estava deixando de dedicar tempo à família, por estar totalmente envolvido a ajudar meu semelhante e por isso muitas dificuldades eu tive, cheguei a ser traído por minha esposa sob esse pretexto, mas a perdoei, porque entendi que esse preço, fazia parte da conta que tinha a pagar.
Tudo ia maravilhosamente bem, parecia que o universo estava conspirando a meu favor, tudo dava certo. Todos me admiravam sempre alguém retornava não mais para pedir, mais sim para agradecer. Sentia que tinha encontrado o sentido da Vida Espiritual e Material.
Para me manter sempre motivado seguia as regras de motivação que um dia conheci por um espírito, ou seja: Estabeleci propósitos em minha vida; Não deixei nada para depois; Era disciplinado; Pensava grande; Confiava em mim mesmo;Sabia valorizar o que realmente importava; Agradecia e comemorava; Não tinha medo de fracassar; Relacione-me; Persistia SEMPRE:
Mas tinha consciência que ao enfraquecer as fileiras do mal, os seus representantes não se dariam como derrotados, muito menos aplaudiriam o seu enfraquecimento.
Acho que colocaram vários observadores ao meu lado, sem deixar que suas energias me contaminassem simplesmente me observavam em busca das minhas fraquezas, daquilo que ainda não tinha superado, das minhas imperfeições que na verdade eram necessidades muito importantes ainda para minha vida material e que não dava conta, mas ainda estavam ali para meu desespero.
Foi aí que identificaram minha principal fraqueza, eu era totalmente dependente de Sexo, vivia intensamente o sexo, sonhava, traía, era totalmente envolvido em tudo que me ofereciam, aceitava tranquilamente, sob o pretexto da modernidade, tudo que me era apresentado, a um, dois três ou mais. Tudo me atraía só me dava conta que algo estava estranho quando me satisfazia e saía do transe. O que achava interessante, que ao viver no meio de tanta promiscuidade e pevercidade, nunca me envolvi com Drogas, minha droga era o sexo.
Sempre era intuído que algo errado estava acontecendo, mas por obra, certamente dos descontentes, sempre me era ofertado o que eu imaginava que nunca conseguiria. Mulheres lindas, maravilhosas, verdadeiros modelos de beleza e desejo. Eu não tripudiava, entrava de cabeça me achando o “Lindo” do pedaço. Fui sim, muitas vezes avisado. Muitas vezes me via em sonhos sendo sabatinado pelos meus mentores e pelo meu anjo da guarda. Vi familiares desencarnados me alertando que era uma armadilha, que eu deveria voltar ao que já tinha conhecimento do que era certo. Decidia-me, mas logo, outras ainda melhores, estavam a minha disposição. Preparava-me. Sim me preparava, porque aliado ao sexo, vinha o álcool, e sempre estava consumindo, porque hoje sei, era como eles quebravam as barreiras da razão. E quando estava tudo certo para retornar ao meu trabalho, aparecia algo, que aparentemente sob o pretexto da urgência, me desviava e eu caía. Podem me rotular como perverso e fraco, fui sim, mas eu lutava quando percebia a influência deles sobre as minhas fraquezas. Eram terrivelmente competentes, sabiam exatamente o que eu desejava, e colocavam na minha mesa.
Os meus amigos espirituais tentaram de tudo, se colocaram entre eu e meu desejo, interferiram até na minha fisiologia, mas eu não estava nem aí, se não dava hoje, daria amanhã. Por diversas vezes, o que estava certo, se desfazia, mas não dava mais tempo para eu ir ao meu compromisso espiritual. Ficava revoltado, porque havia perdido uma chance de pelo menos, recuperar um pouco das minhas fraquezas, mas já era tarde. Aí, bebia e dormia, e o pior, sem culpa, sem perceber que mais uma vez havia caído na armadilha.
Por vezes, consciente que estava desvirtuado, me recolocava a frente dos trabalhos sob a promessa que tinha mudado. Trabalhava, e a oportunidade era dada pela espiritualidade. Atendimentos maravilhosos e com resultados significantes eram alcançados, mas saía de lá e as ofertas estavam mais intensamente e desesperadamente colocadas para eu desvirtuar de novo, e, pasmem, até sob o pretexto das vitórias alcançadas.
Vocês depois de lerem este relato, podem julgar de várias formas, eu sei. E não os condeno. O fato, é que a consciência só se fez, quando não tinha mais o que fazer. Foi aí que mais uma vez, e olha, não foi uma nem duas, foram vários alertas que resolvi não entender, que descobri: Não deixe para amanhã o que se pode fazer hoje, eu deveria ter renegado todas as ofertas, eu sabia que estava errado, mas mesmo assim eu as aceitava. Não tive força e consciência espiritual para praticar o que eu pregava, e que ajudou tantas pessoas e espíritos a se desvincular de sua s paixões e retomarem o rumo de suas vidas. Hoje aqui, onde me encontro, fico a rever vários filmes de minha última encarnação, feliz por muitas vezes quando reencontro alguns que ajudei na matéria, ou que os vejo nestas projeções. Triste porque sempre tive a consciência que estava sendo envolvido, mas por satisfação material, perdi a grande oportunidade de ter evoluído muito mais do que evoluí. Oportunidades eu tive, só não as aproveitei como deveria. Terei outra chance, com certeza, será tão eficaz como poderia ter sido, talvez. Mas nada posso mais fazer agora.
Cada pessoa é diferente da outra e por isso cada um tem uma maneira de reagir e de se sentir desmotivado. Porém, não deixe que isso atrapalhe a sua vida e lute para acabar logo com essa fase de sua vida. Amanhã sempre será um novo dia, com novas esperanças e por mais que você não acredite é possível sim acordar e decidir que irá mudar a sua vida. Renove-se e não desista nunca dos seus sonhos. Parece clichê, mas é a simples verdade que temos que enfrentar para lutar por aquilo que queremos.
Eu volto como todos voltarão, só espero que na próxima venha resolver definitivamente esse apego à matéria, esse apego ao sexo, porque ao contrário que parece, toda escravidão é condenável.

Alertem-se para os seus desvios, são eles que estão a lhes desviar, e a vos atrasar na busca do progresso.

Lindos.

Psicografia Wagner Berbert – 10.06.2012


Arquivo Cineblog: "Quem Somos Nós" (maio)

Em cartaz, O Filme dos Espíritos! Abaixo da postagem, veja o trailer do mesmo.

É arquivado agora um excelente filme, "Quem Somos Nós". Mas sempre que quiser revê-lo, basta acessar o tag: Cineblog, nos marcadores (no lado superior esquerdo da página principal desse blog).
=======================================

Quem Somos Nós (1h 49min)


Dirigido por: William ArntzBetsy ChasseMark Vicente

Sinopse e detalhes: Amanda (Marlee Matlin) está numa fantástica experiência ao estilo "Alice no País das Maravilhas" enquanto seu monótono cotidiano começa a se desmanchar. Esta situação revela o incerto mundo escondido por trás daquilo que se costuma considerar realidade. Amanda mergulha num turbilhão de ocorrências caóticas que revelam um profundo e oculto conhecimento do real. Ela entra em crise e questiona o sentido da existência humana.


=======================================

Trailer do Filme dos Espíritos:




sábado, 9 de junho de 2012

A Vida...A Morte...

""A vida precisa ser renovada. A morte é a mudança que estabelece a renovação. Quando alguém parte, muitas coisas se modificam na estrutura dos que ficam e, sendo uma lei natural, ela é sempre um bem, muito embora as pessoas não queiram aceitar isso. Nada é mais inútil e machuca mais do que a revolta. Lembre-se de que nós não temos nenhum poder sobre a vida ou a morte. Ela é irremediável.
O inconformismo, a lamentação, a evocação reiterada de quem se foi, a tristeza e a dor podem alcançar a alma de quem partiu e dificultar-lhe a adaptação na nova vida. Ele também sente a sensação da perda, a necessidade de seguir adiante, mas não consegue devido aos pensamentos dos que ficaram, a sua tristeza e a sua dor.
Se ele não consegue vencer esse momento difícil, volta ao lar que deixou e fica ali, misturando as lágrimas, sem forças para seguir adiante, numa simbiose que aumenta a infelicidade de todos.
Pense nisso. Por mais que esteja sofrendo a separação, se alguém que você ama já partiu, libere-o agora. Recolha-se a um lugar tranqüilo, visualize essa pessoa em sua frente, abrace-a, diga-lhe tudo que seu coração sente. Fale do quanto a ama e do bem que lhe deseja. Despeça-se dela com alegria, e quando recorda-la, veja-a feliz e refeita.
A morte não é o fim. A separação é temporária. Deixe-a seguir adiante e permita-se viver em paz.

"A morte é só uma mudança de estado.
Depois dela, passamos a viver em outra dimensão"   ""

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Obras na CCF

Caros amigos,

É com grata satisfação que escrevo a todos, solicitando colaboração para o término de nossas obras. Enfim vamos concluir essa primeira etapa. 

Antecipadamente agradecemos a Neide Timbó e Giba, pois doaram toda a tinta para pintura interna e externa, como também a escada e acabamentos. 

E para nós ficamos com o colaboração da mão-de-obra, no valor total é de R$2.800,00. 

Recebemos com muito carinho a ajuda no que for possível e como puderem. 

Nesse momento agradecemos a todos a atenção, o esforço e aceitação nos trabalhos da nossa casa durante a reforma. 

Gostaria que retransmitissem para mais colaboradores que não estejam nesta lista. 

Maiores informações falar com Haroldo e Ferreira.

Atenciosamente,

Helena Corrêa 

Para doações voluntárias:
Banco do Brasil - 001
Agência: 3647-1
C/c: 4111-4
CNPJ: 63.476.196/0001-05







quarta-feira, 6 de junho de 2012

Vamos ajudar os idosos do Abrigo? :)

A ONG Risonhos realiza campanha de doação de fraldas geriátricas http://bit.ly/MdbKbw

A ONG, que visita a Unidade Abrigo desde o ano de 2009, percebeu que os idosos precisam de fraldas. O lugar abriga 95 idosos. O abrigo recebe uma verba do Governo do Estado do Ceará, referente a três fraldas por idoso a cada 24 horas, que não está sendo suficiente.

Contato para doações: 
Luana Carolina: (85)8703.1141
Rebecca de Castro: (85) 8858.7658


Palestra sobre ANENCEFALIA, uma visão médico espírita.





TEMA: ANENCEFALIA, uma visão médico espírita.
LOCAL: Auditório do Hospital Militar (Av. Desembargador Moreira, 1500, Aldeota)
DATA/HORA: Dia 14 de junho às 20:00hs.
PALESTRANTE: Dr Francisco Cajazeiras.
Uma realização do Núcleo de Fortaleza da Cruzada dos Militares Espíritas

EVENTO GRATUITO

Obs: O local possui estacionamento próprio (gratuito)
Solici to aos amigos auxiliarem na divulgação deste evento entre os seus contatos.


Caro (a) Amigo (a)

Você não pode deixar de ouvir um conceituado conferencista espírita da atualidade, Haroldo Dutra.
Ele irá proferir uma palestra pública, com tema livre, na sexta-feira, dia 8 de junho, às 19:30 horas, no auditório da FEEC. A palestra tem entrada FRANCA!
Nos dias 09 e 10 de junho, ele ministrará 02 importantes seminários. Confira abaixo.

 
Imagem inline 1A FEEC realizará dias 09 e 10 de junho, dois importantes seminários com o conferencista mineiro, Haroldo Dutra Dias. Confira.

Dia 09 de junho - A CAMINHO DA LUZ - às 14 horas
Tomando como fio condutor a releitura espiritual que Emmanuel faz da evolução da Terra e do homem no livro homônimo, o seminário traz Haroldo Dutra Dias resgatando a profundidade espiritual do conteúdo bíblico à luz da doutrina espírita. Mais do que isso, esse A Caminho da Luz nos convida a uma imersão nos cenários cosmológicos, geológicos e históricos narrados pelo autor espiritual.
Da gênese planetária, pelas mãos dos Espíritos Puros que nos presidem os destinos, até o surgimento do homem, coroando nosso orbe com as lutas redentoras dos filhos de Deus. Da diversificação das raças humanas, fomentada pela vinda dos Exilados, à união regenerada da humanidade, sob a égide do Consolador. Cada uma dessas etapas do drama terreno ganha vida em cena por meio da música, do teatro, da poesia e dos recursos audiovisuais, que enriquecem magistralmente as reflexões sobre o tema feitas por Haroldo Dutra Dias.
 Dia 10 de junho - PAULO E ESTÊVÃO - 08 horas
Proferido por Haroldo Dutra Dias, com base na obra psicografada por Chico Xavier, de autoria do Espírito Emmanuel.
O expositor, Magistrado espírita, vinculado à União Espírita Mineira, promove discussão acerca da obra Paulo e Estêvão. Os esclarecedores conteúdos doutrinários nos preparam para superar os difíceis momentos de transição em plena vigência no planeta.

Assuntos:
- Paralelo entre os Atos dos Apóstolos e o romance Paulo e Estêvão;
- Biografias de Paulo e Estêvão;
- Viagens missionárias de Paulo;
- Cartas de Paulo.
VEJA UMA PALESTRA DO HAROLDO NO YOUTUBE:www.youtube.com/watch?v=976FKV8_6l0
Valor do Investimento - R$ 20,00 (cada seminário)
Vagas Limitadas!

Local: FEEC - Rua Princesa Isabel, 255 - Centro - Fortaleza /CE
Inscrições na Livraria Sinal Verde
Rua Princesa Isabel, 255 - Centro - Fortaleza /CE
Fone: 85 3212.1092

domingo, 3 de junho de 2012

O QUE VOCÊ ESPERA DO AMANHÃ?


O QUE VOCÊ ESPERA DO AMANHÃ?
                                                           Ary Brasil Marques
O homem, nos dias de hoje, tem à sua disposição milhares de informações, que pode obter instantaneamente pelos meios mais sofisticados da eletrônica moderna. Todos podem saber de tudo. A Internet distribui pelo mundo todo um grande número de verdades, mas também, junto delas, muitas mentiras.  Em razão de uma série de catástrofes naturais ocorridas no planeta, muita gente interpreta previsões recebidas de fontes diversas como verdade, e esperam apavorados o fim do mundo acontecer a qualquer momento. O grande número de religiões que leva milhares de pessoas a procurar a felicidade neste mundo com promessas de salvação, de empregos, de fortuna, querendo trocar tudo isso por dinheiro, torna as pessoas incautas sem saber o rumo que devem tomar. Muitos querem comprar o céu e a felicidade. Outros acreditam no caos, no fim de tudo, na destruição e na ira de Deus, como se Deus tivesse ira para com seus filhos amados. O que você espera do amanhã?
Deus é amor. ELE nos criou a todos para a felicidade. Estamos em uma escola, das milhões que existem no Universo infinito. Aqui aprendemos e vamos crescendo pouco a pouco, até aprendermos que o Amor é a força que nos tirará do momento de sofrimento que estamos passando e nos levará a um mundo novo. Nosso próximo passo é atingirmos um mundo melhor, de regeneração, que substituirá o estágio atual de expiação e provas. Vamos amar e confiar em Deus. O amanhã será o resultado do que plantarmos nos dias de hoje. E essa plantação se dentro do amai-vos uns aos outros que nos ensinou Jesus, será positiva e certamente redundará em dias melhores no amanhã.
Fique firme, confiante e forte. É possível vencer o mal com a energia maravilhosa do amor.
SBCampo, 01 de junho de 2012.